Tutores devem estar atentos à ingestão de chocolate pelos pets durante a Páscoa


Hill’s Pet Nutrition disponibiliza uma receita saudável para agradar os cães nesta data


Páscoa e chocolate são quase sinônimos um do outro e, neste ano, já podemos ver os ovos de chocolate nas gôndolas dos supermercados. Nesse período, muitos tutores de animais pensam em oferecer o doce para seus pets como forma de comemoração pela data. Por isso, a Hill’s Pet Nutrition decidiu falar mais sobre o assunto.

O chocolate tem um componente tóxico chamado teobromina. Os seres humanos metabolizam facilmente essa substância, mas os cães não. Então, ela pode se acumular no sistema até chegar em níveis bem tóxicos. Por ter meia-vida de 17 horas, a teobromina pode agir no sangue do animal por até sete dias.

O perigo do chocolate para os cães depende do tipo, quantidade consumida e tamanho do animal. Mas, no geral, é recomendado evitar dar esse tipo de alimento.


O que pode causar no pet? A teobromina em grandes quantidades pode afetar o cérebro e o coração do animal, causando vômito, diarreia, agitação e tremores musculares. Em cenários mais extremos, pode levar a arritmias cardíacas, convulsões e danos renais.


Caso o pet coma chocolate por acidente, o mais recomendado é procurar um médico-veterinário. O especialista poderá tomar medidas como a indução do vômito, que deve ocorrer em até duas horas depois da ingestão. E vale reforçar que essa indução nunca deve ser feita em casa já que existe o risco do animal aspirar o vômito.


Páscoa sem medo. A obesidade afeta muitos pets. De acordo com um levantamento da Hill’s Pet Nutrition em 2019, 40% dos tutores de cães e gatos classificam seus pets como obesos. A ideia, então, é sempre manter a dieta recomendada pelo veterinário. Mas, se quiser fazer algo diferente na Páscoa, uma opção é montar petiscos utilizando a própria ração seca do animal. Confira os ingredientes: 2 xícaras de ração seca, de 1 a 1¼ xícaras de água.


Bata a ração seca no liquidificador até ela virar um pó. Coloque o pó em uma tigela e vá adicionando a água gradualmente – até obter uma consistência de massa. Modele a massa em formatos de pequenos ovos e os coloque em uma assadeira. Leve ao forno por, aproximadamente, 30 minutos em temperatura de 350 graus.

Os “biscoitos” podem ser armazenados na geladeira por até cinco dias e não podem ser congelados.


Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

7 visualizações0 comentário