Web-visita - tecnologia vira aliada de vendedores e promotores durante a pandemia


Nestes tempos de pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2), o mercado médico-veterinário está tendo que se adaptar, como é o caso das empresas veterinárias que fomentam a indústria pet.


Os laboratórios do segmento pet e empresas de nutrição animal estão se reinventando para continuar abastecendo os serviços médico-veterinários essenciais, como clínicas, hospitais, consultórios e pet shops.


Estas empresas estão lançando mão da tecnologia com as chamadas de vídeos para levar informação técnica de qualidade sobre os produtos para os médicos-veterinários. São as “web-visitas”, ou visitas virtuais, em substituição às visitas presenciais que os médicos-veterinários promotores técnicos realizavam habitualmente.


A medida se faz necessária em atendimento às recomendações dos órgãos de saúde e autoridades sanitárias para conter a disseminação da Covid-19, evitando a aglomeração de pessoas nestes estabelecimentos.


É uma forma de continuar recebendo informação sobre os produtos, agora de forma virtual, e reduzir o número de pessoas dentro das clínicas.


Para o médico-veterinário e vice-presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais no Rio de Janeiro (Anclivepa-RJ), Diogo Alves da Conceição, a web-visita é importante para tirar dúvidas e conhecer os produtos que estão disponíveis no mercado e, com isso, poder indicar o que há de melhor para os pacientes, além de informar com segurança os tutores.


Feedback

No entanto, é de bom tom que o profissional que receber a web-visita dê um feedback do atendimento prestado para a empresa representada pelo médico-veterinário promotor técnico, uma vez que esta informação contribui para a pesquisa e a produção na indústria pet.


O médico-veterinário promotor técnico traz informações úteis e ajuda no desenvolvimento da uma Medicina Veterinária mais valorizada e fortalecida. Além de ser um colega, é um trabalhador exercendo nobremente sua atividade profissional e merece a consideração do clínico veterinário


“Dispensar cinco minutos da rotina clínica respondendo ao questionário do colega promoter técnico é, sobretudo, uma questão de respeito profissional” - Diogo Alves da Conceição (vice-presidente da Anclivepa-RJ.


Fonte: CRMV-RJ

0 visualização